Hermenêutica bíblica – Passos essenciais

29

Receba nossas dicas bíblicas.

Existem alguns passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica de forma a que o estudo das escrituras sagradas seja feito de forma inquestionável. Neste artigo iremos passar os passos mais importantes, de forma a conseguir fazer uma boa hermenêutica bíblica, mas não deixe também de ler os nossos artigos anteriores, como por exemplo, semelhanças e diferenças entre os quatro evangelhos, de forma entender exatamente o contexto das escrituras sagradas.

De fato, existem vários passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica. No entanto, uma se mostra mais importante do que todas, pois ela é o ponto zero da nossa hermenêutica.

Assim sendo, deixo já a indicação de que se deve sempre ter em mente as regras da sã hermenêutica, ou seja, deve fazer uma interpretação literal, histórica, e gramatical, dentro do contexto textual, histórico, e dentro da dispensação.

Métodos da interpretação da Bíblia

Agora que sabe a regra principal para fazer uma boa hermenêutica bíblica, vale também lembrar que existem apenas dois métodos de interpretação da bíblia. São eles:

  • Método alegórico – onde cada pessoa atribui o sentido que quiser às palavras divinas, sendo que a autoridade final é o homem e não deus.
  • Método literal, histórico e gramatical – o qual falamos anteriormente, onde existe espaço para a linguagem figurada, poética, a qual tem significado óbvio indiscutível, mas não existe espaço para alegorismo.

Ou seja, obviamente que a bíblia tem várias passagens com figuras de linguagem, mas temos sempre de fazer uma análise racional daquilo que estamos a ler.

Assim, se alguém diz que a educação é o único caminho para a evolução, a interpretação da a palavra caminho não é o trilho, mas sim uma forma de salvar a nação.

Assim, quando Cristo diz “eu sou o caminho” devemos entender este conceito nesta frase como um sinônimo de acesso, ou seja, o único meio de habilitar a salvação pessoal do inferno, e adoção por Deus que era feita através da fé bíblica.

Ou seja, fizemos uma análise de linguagem figurada, o que é o oposto da interpretação alegórica.

A verdade é que a interpretação alegórica tem sido adotada por centenas de pessoas ou talvez milhares de pessoas, e, por isso mesmo, existem tantas divergências teológicas entre as 101 denominação evangélicas.

Existem assim alguns passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica, mas antes deles, vejamos algumas regras básicas.

Regras básicas da hermenêutica bíblica

A primeira regra é sempre pensar que algumas profecias foram condicionais de forma a conseguir seguir todos os passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica.

A segunda regra básica é a lembrar também que os profetas falam do futuro como se ele fosse ou passado, ou presente.

Importante também lembrar que as profecias podem ser cumpridas duplamente, sendo a primeira vez em um sentido menor e completo, e a segunda vez no sentido completo e maior.

Outra regra importante é a lei da primeira referência, que diz respeito ao sentido do símbolo na bíblia, que é muitas das vezes a sua primeira ocorrência.

Importante ainda referir a lei da recapitulação, que diz respeito às sucessivas passagens que podem ser repetições de um mesmo fato, no entanto com diferentes pontos de vista e diversas ênfases.

Uma das regras é ainda nunca alicerçar uma doutrina apenas para seus símbolos e tipos, nunca tentando procurar explicar seus detalhes em concreto, mas apenas os principais.

 Vejamos agora alguns passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica.

2 passos para fazer uma boa hermenêutica

Existem 2 passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica fundamentais. Vejamos.

  • Tenha sempre as perguntas chave em sua mente – Por exemplo, quem está falando? Para quem as palavras são ditas? Qual o versículo que mais tocou a sua vida? Qual é a ideia principal? O que ensina a respeito de cristo? Existe algum exemplo que devo seguir? Ou algum erro a evitar? Existe alguma tarefa que deve realizar? Ou uma promessa que me devo apropriar? Ou um pecado a confessar?
  • Tenha-se sempre um plano de estudo bem definido – Esse é o 2º dos passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica. Estude uma palavra da forma mais aprofundada possível, estude a doutrina de forma aprofundada, aspectos como inspiração, oração, salvação entre outros, estude também os capítulos de livros da bíblia de forma intensa e sequencial, veja qual é a ideia principal, faça um esboço do capítulo, sublinhe o versículo chave, liste as maneiras em que o capítulo se aplica à sua vida, liste o que o capítulo ensina sobre cristo.

Note que deve apenas usar estes três métodos, e nunca deve ler e estudar de forma aleatória, ou apenas os assuntos que são sensacionalistas, ou com o único intuito de poder defender a sua fé.

Deva ainda usar sempre todo o seu coração para estudar a bíblia, e deve sempre estudar de forma regular, todos os dias, seguindo estes passos para fazer uma boa hermenêutica bíblica.

Receba nossas dicas bíblicas.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

4 × 2 =